Análise SWOT: descubra o que é e como aplicá-la em sua faculdade

Tempo de leitura: 3 minutos

Análise SWOT é uma metodologia tradicional que serve para orientar as decisões de uma empresa. A sigla SWOT surgiu da abreviação de quatro palavras da língua inglesa, forças (strenghts), fraquezas (weakness), oportunidades (opportunities) e ameaças (threats). Para ser satisfatória, a análise precisa ser feita periodicamente e envolvendo pessoas de vários departamentos da faculdade, pois elas conhecem, de fato, a situação que vivem diariamente.

Descubra, neste texto, a definição e a importância da análise SWOT para a sua faculdade.

O que é análise SWOT?

A análise SWOT é um dos métodos tradicionais da Administração indicado para o auxílio da tomada de decisões. Por meio da análise é possível conhecer e avaliar a realidade de um negócio, seus fatores internos (forças e fraquezas) e fatores externos (oportunidades e ameaças), ponderar seus riscos, aprimorar suas forças, minimizar ou eliminar as fraquezas e estabelecer mudanças na rota de gestão, marketing, vendas ou outros departamentos associados a uma empresa.

Desse modo, uma faculdade também pode fazer uma análise SWOT para a redefinição de seu posicionamento, intensificação de determinados pontos nas próximas campanhas de vestibular ou o estabelecimento de novas metas e abordagens para a captação e retenção de alunos.

Como fazer a análise SWOT de uma faculdade?

O passo inicial para a realização da análise SWOT é a coleta de informações sobre cada tópico de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Em seguida, distribua os pontos relevantes e essenciais em uma tabela como no exemplo abaixo:

Os fatores internos (forças e fraquezas) são os aspectos que estão sob controle da faculdade, e os fatores externos (oportunidades e ameaças) são os aspectos que não estão sob controle da faculdade.

Veja exemplos do que inserir na análise da sua instituição de ensino:

  • Forças (Strenghts) = são os pontos positivos da instituição, como: programa de financiamento reconhecido; alta empregabilidade; ensino inovador; grande produção de pesquisa acadêmica de qualidade; equipe engajada, estrutura ampla.
  • Fraquezas (Weakness) = são os pontos que precisam ser melhorados, como: alta taxa de evasão nos meses iniciais dos cursos.
  • Oportunidades (Opportunities) = são os aspectos que têm influências positivas, como: salas livres disponíveis para uso.
  • Ameaças (Threats) = são os obstáculos existentes, como: o crescimento e a popularização das outras faculdades da região.

Após a identificação de cada um dos quatro pontos é hora de relacioná-los para tornar o diagnóstico visível e seguir com a implementação de novas ações na instituição de ensino. Acompanhe dois exemplos de como associar os pontos encontrados:

  • Como as forças da faculdade ajudam na superação das fraquezas?
  • O que é possível fazer para transformar as fraquezas em forças?
  • Como as oportunidades reduzem as ameaças?

Não basta apenas preencher os campos com as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, é necessário interligá-los para orientar na tomada de uma decisão e da solução de um problema vivenciado.

Por que fazer uma análise SWOT?

Fazer a análise SWOT de uma faculdade é útil para evitar afirmações baseadas em achismos e, principalmente, para a identificação da situação real da instituição de ensino. O resultado extraído de uma análise SWOT possibilita uma maior clareza nas decisões de uma faculdade, trazendo mais confiança na execução de ações.

Você ainda tem dúvidas sobre análise SWOT para faculdades? Então, envie-nos um e-mail (contato@agenciaflex.com) ou deixe seu comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *